Destaques

6/recent/ticker-posts

SINDGUARDAS-Bahia denuncia assédio moral e quer execução do PCCS da Guarda Municipal de São José da Vitória.


O Sindicato dos Guardas Municipais do Estado da Bahia (SINDGUARDAS-Bahia) realizou protesto ontem (17), em São José da Vitória, em prol da GCM da cidade. Acompanhado dos Diretores Osvaldo Neto (Itabela), Alan Mafra (Itabuna) e dos Coordenadores Luciano e Grendis, o Presidente do SINDGUARDAS, Pedro de Oliveira usou de um microfone e de uma caixa de som para reivindicar do Prefeito, Jeová Nunes, a execução do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). 

"O PCCS foi aprovado no ano passado pela Câmara de Vereadores e até o momento o Prefeito não sancionou a lei em desrespeito a Câmara e a legislação. Iremos ingressar com uma ação na justiça por essa ilegalidade. O Sindicato já tentou dialogar com a administração, mas, não fomos atendidos", disse Pedro. 

Pedro de Oliveira, ainda denunciou a prática de assédio moral cometido pela gestão do Prefeito Jeová Nunes, contra 04 Guardas Municipais da cidade de São José da Vitória e falou da falta de condições de trabalho da GCM. 

Durante o protesto, um suposto defensor do Prefeito tentou intimidar o presidente do Sindicato com palavras de baixo calão e ameaças, entretanto, Pedro de Oliveira continuou o protesto.

Veja os vídeos do protesto realizado pelo SINDGUARDAS-Bahia no dia de ontem (17).    

Postar um comentário

0 Comentários